PAISAGENS POTIGUARES

Museu Câmara Cascudo



O Museu Câmara Cascudo (MCC) é um museu de ciências naturais e antropológicas, mantido pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte localizado na cidade do Natal. Contém exposição de fósseis, sedimentologia, anatomia comparada, ambientes, ciclos de couro e da cana-de-açúcar, artes sacra e popular, arqueologia, indiologia e culto afro-brasileiro, além de peças relevantes da História de Natal e do Rio Grande do Norte.

O Museu Câmara Cascudo foi criado no dia 22 de novembro de 1960 como Instituto de Antropologia da Universidade do Rio Grande do Norte (IA/URN), federalizada nesse mesmo ano, passando a chamar-se Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O Instituto de Antropologia foi o primeiro órgão de pesquisa da UFRN e possuía como objetivo “promover e divulgar estudos sobre o homem em seus diversos aspectos físicos e culturais, além de realizar pesquisas relativas às jazidas pré-históricas do território norte-rio-grandense.”

A primeira equipe do Instituto foi composta por Luís da Câmara Cascudo, José Nunes Cabral de Carvalho, Veríssimo de Melo e D. Nivaldo Monte.

No dia 04 de outubro de 1973, o “Instituto de Antropologia Câmara Cascudo” foi transformado em “Museu Câmara Cascudo”, tendo como compromisso “preservar os resultados das pesquisas e estruturar as atividades de proteção, utilização e exposição das peças do acervo”.

Hoje como parte do seu acervo está o Pachyarmatherium brasiliense, descoberto em 2010 juntamente com um material arquivado desde a última década de 60. Foi encontrado em Baraúna em um caverna e possui cerca de 100 quilos. Presume-se que tenha entre 40 e 100 mil anos. O assunto foi destaque na publicação científica Journal of Vertebrate Paleontology.

Cidade: Natal / RN

Foto: Alexandre Santos / A/D - Arquivo OpenBrasil.org
Paisagens Potiguares - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas

Imagem

Lagoa de Jacumã